terça-feira, 2 de outubro de 2012

Xangô! O Orixá Rei........


QUINTA-FEIRA, 27 DE SETEMBRO DE 2012



Orixás são espíritos primordiais (em Iorubá, que em outras culturas recebem nomes variados, como anjos, deuses nórdicos, etc.), cujas lendas traduzem inúmeros aspectos psicológicos, físicos, espirituais, etc. Asreligiões afro-brasileiras mantêm cultos antigos, e muito conhecimento se retira para se elevar espiritualmente e conhecer a verdadeira magia da vida. Assim, em se tratando do Orixá Xangô, necessário se torna conhecer um pouco a seu respeito.

Orixá Xangô é considerado o deus da justiça, o deus da pedreira e da montanha, o deus da inteligência e da sabedoria, o deus da magia, o deus do fogo, o deus do raio e do trovão. É o deus da riqueza. É o mais forte entre os Orixás. Como todos os Orixás, é chamado de deus, por ser da hierarquia dos espíritos que governam as forças da natureza citadas que estão ligadas ao elemento fogo.
Assim, ele é o deus da justiça, por ser o equilíbrio, representado nas suas ferramentas: os Oxés (machados de duas faces). Na justiça, representa também o princípio da dualidade e junto ao equilíbrio. É o deus da pedreira e da montanha, que representa a rigidez no pensamento, na ação e na moral. É a prudência, a convicção, a certeza e a segurança. É a força a paciência e a dedicação.

É o deus da inteligência, por representar o pensamento lógico, a capacidade de abstração, o raciocínio, a memória, o conhecimento que muda, que ensina. É a determinação de conhecer e saber aplicar corretamente as práticas rituais magísticas. É a ligação entre o mundo espiritual e o mundo material.

É o deus do fogo, que é seu elemento. É o fogo controlado que é a magia. É a pedreira que quando atritada gera fogo. É o fogo que cria e que destrói. É o fogo da vida, do trabalho, da dedicação e da coragem. É o fogo dominado pela inteligência e pela magia. É o deus do raio que representa a ligação entre a terra e o céu, e que gera o fogo que destrói, o fogo que muda, o fogo que faz justiça. É no raio que é representada a mesma condição de ser o deus da magia, da ação e intervenção. É o poder das forças elétricas e magnéticas.

É a ligação entre o chakra base e o chakra coronário, o vermelho e o branco, que são as cores de suas contas, vestimentas e velas que são acesas.
.
.
.

É o deus do trovão por representar a dominação pela magia e pela voz. É a imposição e a rigidez moral e a justiça. É o deus da riqueza, que representa o domínio da matéria pelo espírito, que é o princípio da aplicação da inteligência, do trabalho, da moral, da magia. É no domínio da matéria que tem a riqueza. É o rei e por suas regências, é o mais poderoso e forte na hierarquia espiritual.
Orixá Xangô é também conhecido como o Orixá comilão, que representa a fartura, a riqueza e o poder da opulência.
As cores relacionadas com Xangô são: vermelho e branco, que representam os dois extremos nos chakras do ser humano: o chakra base e o chakra coronário, respectivamente. Por serem os dois extremos, representam o equilíbrio e a dualidade, além da justiça. Também representa a ligação entre o mundo espiritual e o mundo material, ou a magia. Também, o domínio material pela inteligência, ou a riqueza. Em todas as suas características, ou dominações sobre o mundo material, suas cores mostram sempre a mesma interligação do poder, da inteligência, da justiça, do equilíbrio, e assim por diante. Em alguns casos, pode ser representado pela cor marrom, que representa a força sobre a terra, sobre os elementos da natureza, a magia.
Por ser do elemento fogo, a cor vermelha relacionada com o chakra base determina forte ativação sexual. Porém, como é o fogo controlado (a magia), é controlado nas atitudes materiais no equilíbrio com a espiritualidade.
A principal ferramenta de Xangô é o Oxé, que é o machado de dois gumes, que representa a dualidade, o equilíbrio, a justiça. Em sendo uma ferramenta de trabalho, o machado corta tudo nos dois sentidos, que representa o poder e a força que ultrapassa qualquer obstáculo, cortando a tudo que está à sua frente, e que mostra ser decidido. Outra ferramenta deXangô é o pilão, que esmaga a tudo que nele é colocado, representando a força física e espiritual, a magia, que a tudo transforma, assim como a justiça a quem intenta contra ele (ou seus protegidos).

A saudação para esse Orixá é: Caô Cabiecilê, que é muito traduzido como: permita-me vê-lo, majestade! De acordo com as lendas, Xangô era rei e o único Orixá que sabia ler e, portanto o mais poderoso, sábio, forte e imponente. E por isso sua saudação é essa. Adiante, quando for comentado sobre as lendas e suas relações com a magia, entender-se-á melhor essas lendas do ponto de vista da magia Elemental.
Geralmente, as vestimentas de Xangô e seus filhos trazem as cores relacionadas a ele, que são o vermelho, o branco, ou o marrom. Muitas vezes, linhas ou faixas douradas são postas nas roupas dos seus filhos (aqueles que trazem em si a energia vibratória e a necessidade de seguir e obter a proteção desse Orixá).
Os filhos de Xangô têm corpos largos, comem muito, têm pescoço curto, são inteligentes, são persistentes, embora impacientes, gostam de envolvimento com a espiritualidade, tendem a ser mais calados, são altivos, conseguem ter alguma estabilidade financeira, quando não a riqueza, são fortes, são um tanto sisudos, moralistas, justos, pensam alto, são decididos, são racionais, são viris, não gostam de mentiras, são generosos, são honestos, são quietos, são analisadores de tudo, são sempre vitoriosos e são saudáveis. Todo filho de Xangô tem a necessidade de fazer santo, ou pelo menos fazer uma grande obrigação.
No sincretismo, Xangô é o espírito cuja vibratória se apresenta nos Santos: São Jerônimo, São João e São Pedro. O primeiro é a força de Xangô que dá a inteligência de forma predominante. No segundo, São João, predomina a relação com o fogo que transforma, que muda: a fé e a flexibilidade. No terceiro, São Pedro, a característica predominante é a rigidez da pedra, a imponência das montanhas. Em todos os casos, as características se apresentam em maior ou menor grau, assim como no lado contrário.
Falando sobre o Orixá Xangô, várias informações mais precisas e detalhadas são encontradas no livro: XANGÔ, MEU PAI! O ORIXÁ REI.

Um abraço e que Deus os abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

. Bruxaria .