quinta-feira, 4 de outubro de 2012

A Liberdade Satânica...........



Liberdade Wallpaper
 
Por Cornelius Barbatus
2011 e.v. (XLVI Anno Satanas)
 
Liberdade é uma palavra muito cara aos satanistas. Talvez, junto com a indulgência, seja o termo mais forte quando nos vem à cabeça a palavra satanismo, pois liberdade é sinônimo de satanismo.
Ser satanista é ansiar por sua liberdade e mais ainda, saber conquistá-la, com sabedoria e determinação.
O satanista é aquele que se liberta serenamente das coisas e das pessoas que são inúteis a ele. Para que termos que nos culpar por nos sentirmos (e de fato, sermos) diferentes dos demais nesta sociedade em que vivemos? Devemos respeitar nosso verdadeiro jeito de ser e deixar fluir nossa própria natureza especial.
A liberdade deve chegar naturalmente ao satanista, adequando-se a cada situação em que for vivendo. Aceitamos o curso normal da vida e procuramos resolver nossos problemas sem reprimir nossas vontades.
Liberdade para nós é, sobretudo, a liberdade individual, questão de aprendizagem do uso de nossa experiência de vida. Quanto mais o indivíduo tiver certeza do que quer e coragem de dizer não, com decisões firmes e sem arrependimentos, mais estará compreendendo o que é liberdade. Isso serve para suas próprias decisões na busca de um objetivo. Essa afirmação tem grande aplicação na prática mágica, onde é requisito básico para o sucesso que o indivíduo esteja decidido sobre o que almeja, cônscio de seus objetivos na execução de um ritual, não havendo espaço nem para a indecisão momentânea, nem para o arrependimento posterior.
Assim, não deve o satanista ter receio de ser ele mesmo e sacrificar sua liberdade pelos outros, cabendo aqui um alerta sobre determinadas correntes políticas e de pensamento que recriminam esta postura e insistem no contrário: os satanistas não devem se submeter a seu dogma coletivista, medíocre e repressor!
A liberdade satânica demanda responsabilidade. Para os satanistas nenhum conceito de liberdade escapa ao exercício responsável dessa dádiva. Sabemos de nossas responsabilidades e que uma vivência epicurista pautada no desfrute equilibrado é muito mais produtiva, por isso mesmo, não abrimos mão de julgar os demais de acordo a nossos princípios e vivências. A defesa de nossos interesses e da liberdade que tanto conquistamos e que pela qual zelamos contra aqueles que ousarem retirá-la, é ponto pacífico em nossa filosofia.
Liberdade é uma palavra bonita para muitos, sendo constantemente usada em nossa sociedade em um sentido coletivo, como um grande fetiche político, social e cultural, quase sempre impraticável e abstrato. Já a liberdade satânica é mais realista, pragmática e cognoscível. Ela é concreta e realizável, realizações das quais somos capazes e não abrimos mão em hipótese alguma.
Quantos estão preparados para gozarem de sua vida em liberdade, individualidade e com responsabilidade?
Viva a liberdade satânica e a majestade dos satanistas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

. Bruxaria .